A CHAPA ESTÁ QUENTE NA ZONA NORTE DE NITERÓI

Moradores dos bairros da Zona Norte de Niterói não estão dormindo temendo balas perdidas, Conflitos com intensos tiroteios entre traficantes do Morro do Santo Cristo e da Nova Brasília.


De acordo com moradores, os tiros começaram por volta da meia-noite e duraram pelo menos 40 minutos. A polícia acredita que o confronto em Nova Brasília foi uma forma de revide às recentes tentativas de invasões por parte do tráfico local .
Morador da Av. Professor João Brasil, que beira a favela da Brasília, disse que ficou espantado com o grande volume de tiros de fuzil.
“Escutei rajadas de tiro assustadoras, aparentando ser de armamento pesado como fuzil ou metralhadora. Fiquei com muito medo de bala perdida”.
Moradores do Fonseca e da Engenhoca, na Zona Norte de Niterói, passaram a madrugada da última quinta-feira acordados devido ao intenso som de tiros. Segundo a polícia o tiroteio foi desencadeado por uma guerra entre traficantes. Bandidos do Morro Santo Cristo, no Fonseca, com apoio de comparsas, tentaram invadir a favela Nova Brasília, na Engenhoca, controlada pela facção criminosa rival Comando Vermelho (CV). 
Nas redes sociais, moradores postaram comentários sobre os momentos de terror e o medo de balas perdidas. Segundo eles, intensas trocas de tiros aconteceram com intervalos de 3 minutos.
“Cheguei a ver homens armados passando de moto pela João Brasil. Subindo a favela por um lado e descendo por outro. Uma sensação horrível”, comentou um internauta.
O comandante do 12º BPM (Niterói), tenente-coronel André Luiz Belonni, confirmou que a informação do confronto chegou até a sala de operações do Batalhão de Niterói. Uma equipe do Grupamento de Ações Táticas (GAT) foi enviada ao local, mas quando chegou a troca de tiros já havia acabado.
“Assim que soube do que estava acontecendo, enviei imediatamente uma equipe ao local para averiguar o que estava se passando”, declarou.