Chefe do tráfico no Morro dos Marítimos é preso na Zona Norte

Presos e material apreendido foram levados para delegacia do Fonseca. Foto: Guto Maia

Thiago dos Santos Souza, o Macaco, de 27 anos foi preso junto com Márcio dos Santos Silva, o Da Mineira, de 19 anos. Armas, munições e drogas foram apreendidas na ação

Depois de dois meses de investigações e monitoramento da quadrilha que comanda a venda de entorpecentes no Morro dos Marítimos, no Barreto, agentes da 78ª DP (Fonseca) montaram uma operação para prender o homem, apontado como chefe do tráfico de drogas na comunidade, e seu principal aliado.
Nesta segunda-feira, Thiago dos Santos Souza, o Macaco, de 27 anos, acusado de liderar o tráfico, acabou detido. Contra ele havia seis mandados de prisão por tráfico de drogas e homicídio.
Também foi preso Márcio dos Santos Silva, o Da Mineira, de 19 anos. Ambos estavam em uma casa no interior da favela, que segundo a polícia era usada como principal boca de fumo da comunidade e como esconderijo para os líderes do movimento.
Com eles – ainda segundo a polícia - foram apreendidas uma submetralhadora calibre nove milímetros com carregador e 122 munições, uma pistola Taurus calibre 40 com carregador e 13 munições, uma munição calibre 357, 88 trouxinhas de maconha e ainda um tablete com aproximadamente meio quilo da droga, 25 frascos de cocaína, quatro celulares e vários chips, um rádio comunicador com a inscrição da facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA) e material para endolação.

Incursão - A operação  policial foi desencadeada no início da manhã e contou com o apoio de policiais da lotados na 77ª DP (Icaraí). Informações levantadas pela polícia levaram os agentes até a residência, na Rua do Rumo, no alto da favela, onde, segundo os agentes, Da Mineira foi preso logo na entrada com a pistola calibre 40.
Todo o entorpecente estava guardado na casa. Ainda dentro do imóvel os policiais encontraram Macaco. Segundo eles, o suspeito estava deitado em um dos quartos fingindo-se de morto para não ser preso.
Todo o material apreendido dentro da casa foi levado para a delegacia.
Márcio dos Santos foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma e associação para o tráfico de drogas.


Por: Marcelo Almeida      O Fluminense