Barreiras começam a funcionar próximo à Praça do Pedágio

Policiais rodoviários federais ajudaram a orientar motoristas sobre as mudanças após a Praça do Pedágio. Foto: Maurício Gil

Segundo concessionária CCR Ponte, fluxo de automóveis melhorou para quem segue em direção ao centro de Niterói. o motorista deverá acessar as cabines conforme o destino

Começou nesta segunda-feira o funcionamento das barreiras que impedem que os motoristas troquem de faixas após a saída da Praça de Pedágio da Ponte Rio-Niterói. Com a medida, os motoristas devem escolher o caminho que seguirão, antes de chegar no pedágio, pois o novo dispositivo de sinalização com cones e correntes especiais impede que eles troquem de caminho após passar do local de pagamento, reduzindo engarrafamentos. O resultado - segundo a CCR Ponte - foi uma melhora no fluxo para quem seguia em direção às avenidas Feliciano Sodré e Jansem de Melo.
O dispositivo desenvolvido pela concessionária que administra a via foi criado para segmentar o trecho após o pedágio em duas áreas, sendo uma para o sentido Niterói e outra para o sentido São Gonçalo, de modo que o motorista deverá redobrar a atenção na sinalização para acessar as cabines conforme a saída de destino.
A partir de agora, o motorista que seguir em direção à Avenida do Contorno (BR-101), no sentido São Gonçalo ou Região dos Lagos e Alameda São Boaventura, com destino ao Fonseca ou Alcântara, tem como opção as cabines de 1 a 8. Já aqueles que seguem para a Av. Jansen de Melo no sentido Icaraí e Região Oceânica, ou Av. Feliciano Sodré em direção ao Centro ou Ingá, devem acessar as cabines de 9 a 14.
O coordenador de atendimento da concessionária CCR Ponte, Julio Amorim, declarou que as mudanças foram feitas para tentar organizar o trânsito no local.
“Esse projeto tenta acertar o trânsito na saída do pedágio, pois alguns carros ficavam trocando de pista e acabavam ocasionando pequenos acidentes que deixavam o trânsito ainda mais congestionado. Isso não melhora o problema dos congestionamentos porque eles só serão resolvidos quando a obra de alargamento da Contorno for concluída, pois a retenção começa lá e chega até a praça do pedágio”, declarou.
Para orientar os usuários, a Concessionária fez campanha de divulgação com distribuição de 100 mil folhetos, alerta no mega painel sobre a praça de pedágio, informações no site da empresa e ainda lonas instaladas na rodovia. As mensagens nos painéis eletrônicos foram intensificadas, orientando os motoristas. 

Onda Livre
Os usuários do sistema de pedágio automático que utilizam as cabines exclusivas 1 e 2 (do lado esquerdo do pedágio) e 13 e 14 (do lado direito), deverão seguir as mesmas orientações dos motoristas das cabines manuais. Ou seja, quem quiser acessar a Avenida do Contorno (BR-101) no sentido São Gonçalo ou Região dos Lagos, por exemplo, só poderá utilizar as cabines 1 e 2, que ficam do lado esquerdo do pedágio.




Por: Renan Santiago   O FLUMINENSE