OPERAÇÃO CHEGA AO ASFALTO

OPERAÇÃO CHEGA AO ASFALTO

A garantia de eficiência no combate à criminalidade, segundo especialistas, passa pelo policiamento ostensivo nas ruas. E foi exatamente isso que o 12º Batalhão (Niterói) procurou fazer no terceiro dia consecutivo de mais uma ofensiva visando reduzir os índices de violência na cidade, na manhã e tarde de sexta-feira. Nos dois dias anteriores, a polícia já havia tomado outras iniciativas - encarandos os criminosos fora do asfalto – em várias comunidades das zonas Norte e Sul do município. Sem falar que uma delas, o Morro do Serrão (no Cubango) foi ocupado por tempo indeterminado por conta da guerra de facções. Essas ações resultaram em prisões e apreensões de armas e drogas.
Com apoio do Batalhão de Choque, várias guarnições deixaram o quartel desde a manhã de sexta-feira e se espalharam por pontos estratégicos das zonas Norte, Sul, Oceânica, e Centro, montando várias blitz com objetivos preventivos e de surpreender a prática de crimes como roubos de rua e de veículos, por exemplo. No sistema de rodízio, os policiais se posicionaram em vias como Rua General Castrioto (no Barreto), Estrada Fróes (na chegada à São Francisco), Estrada Viçoso Jardim (Cubango), e Estrada Francisco da Cruz Nunes (que liga as zonas Sul e Oceânica), entre outras. Na Estrada Viçoso Jardim foi preso Luan Soares, 20 anos e um menor foi apreendido. Com a dupla foi encontrado 41 sacoles de cocaína, 80 trouxinhas de maconha e 15 frascos de cheirinho da loló. No período da tarde o policiamento foi deslocado para outras vias estratégicas da cidade.
No bairro de São Francisco foi lançado, na quinta-feira, o novo sistema de policiamento com militares realizando rondas com bicicletas (chamado de ciclopatrulha), percorrendo as ruas do bairro. Existe a possibilidade do sistema ser estendido aos bairros de Jurujuba e Charitas.