ASFALTO NA PORTA OU RECAPEAMENTO ?

Obras têm previsão de terminar amanhã. Vinte funcionários realizam o trabalho. Foto: Marcelo Feitosa

Três vias do Morro do Pires estão sendo contempladas com o programa Asfalto na Porta. 

As ruas Dionísio Mendes, Capitão Alfredo Cruz e Padre Ângelo Bruno, todas no Morro do Pires, na Engenhoca, Zona Norte de Niterói, estão sendo contempladas com pavimentação através do Programa Asfalto na Porta, iniciativa do Governo do Estado em parceria com a Prefeitura de Niterói. As obras, que foram iniciadas no último dia 4, têm a previsão de término para amanhã.
 O trabalho conta com uma equipe de 20 funcionários da Empresa Municipal de Moradia, Urbanização e Saneamento (Emusa) e está sendo realizado durante o dia, das 9h às 17h. Neste horário, moradores e pedestres foram orientados a não estacionar os veículos nas ruas onde as obras acontecem.
“Foi um pedido que nós fizemos aos moradores, já que essas vias são estreitas. Além disso, a equipe está trabalhando ao longo do dia e a maioria dos moradores vai para os seus compromissos nesses horários. Estamos satisfeitos com as obras e estamos batalhando por outras melhorias aqui no bairro”, disse o presidente da Associação dos Moradores do Morro do Pires, Marcos Lourenço.
De acordo com o chefe de setor de Obras da Emusa, Luiz Eduardo Damasco, além dos 20 funcionários da prefeitura que trabalham no local, outros três fiscais atuam durante a execução da obra. Além disso, a escolha do horário para as intervenções varia de via para via. No caso da Engenhoca, o horário comercial foi o escolhido por causa da pouca circulação de veículos.
“O horário do trabalho realizado nas ruas escolhidas passa por uma avaliação. Além disso, queremos minimizar o transtorno causado aos moradores, até porque sabemos que obras trazem uma inquietação”, disse Luiz Eduardo. 
O programa Asfalto na Porta concluiu há uma semana o recapeamento da Rua Teixeira de Freitas, no Fonseca. O bairro teve seis ruas atendidas pelo programa (Desembargador Lima e Castro, Soares Miranda, Dr. Faria Junior, Carlos Maximiliano e Magnólia Brasil), somando cinco quilômetros de asfalto.

fonte: O FLUMINENSE