RECADASTRAMENTO DE ÚLTIMA HORA

RECADASTRAMENTO DE ÚLTIMA HORA  
Faltando uma semana para o fim do prazo do recadastramento biométrico em Niterói, os eleitores que ainda não se recadastraram começam a correr aos postos de atendimento na cidade, formando filas.
Segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE), faltam pouco mais de 100 mil para fazer o procedimento. Caso não o façam, terão o título de eleitor cancelado. Somente ontem, no posto de atendimento no Ginásio Caio Martins, em Icaraí, foram atendidas 3,1 mil pessoas. A expectativa é de aumento no movimento nos próximos dias.
“É o velho hábito do brasileiro deixar tudo para a última hora. Nossa meta é recadastrar até 80% do eleitorado. O trabalho tem sido intenso. Em 11 de setembro atendíamos uma média de 1,6 mil eleitores e nos últimos dias a média aumentou para três mil”, contou Elba Vidal, coordenadora da biometria em Niterói.
Nos sete postos de atendimento do município há 190 pessoas trabalhando, além dos servidores do TRE que ficam orientando os demais. Há 100 máquinas que fazem o procedimento. O atendimento é feito tanto por ordem de chegada (Caio Martins) quanto pelo agendamento de horário, no site do Tribunal (www.tre-rj.jus.br/biometria).
Os postos são: Caio Martins, das 9h às 17h; Fórum da Região Oceânica (Estrada Caetano Monteiro, em Pendotiba), 10h às 18h; OAB-Niterói (Avenida Amaral Peixoto, 507, Centro), 9h às 17h; Centro de Atendimento de Niterói (Rua Visconde de Sepetiba, 987, fundos, Centro), das 11h às 19h; Parque Palmir Silva (Rua Dr. Luiz Palmier, s/nº), no Barreto, onde três ônibus itinerantes do TRE atendem eleitores do bairro, Engenhoca e adjacências, das 9h às 17h; Tribunal de Justiça do Rio, na Lâmina 1, Sala 516 (Rua Erasmo Braga, 115, Centro do Rio), das 11h às 18h e o Centro Cultural da Justiça Eleitoral (Rua do Mercador, s/nº, Centro do Rio, próximo ao CCBB), das 11h às 19h. O posto do Caio Martins abre sábado e domingo, das 9h às 14h para atender os eleitores.
Para fazer o recadastramento, o eleitor deverá levar documento de identidade, comprovante de residência atual, título de eleitor e CPF, se possuir. No caso de nova inscrição, os eleitores do sexo masculino maiores de 18 anos deverão levar também o comprovante de quitação militar. Durante o atendimento, o eleitor será fotografado e terá suas impressões digitais coletadas. O procedimento é obrigatório inclusive para os eleitores cujo voto é facultativo, como os menores de 18 anos, os maiores de 70 anos e os analfabetos.
Os eleitores têm apenas até o dia 31 para fazer o recadastramento e evitar o cancelamento do título de eleitor. Caso contrário, além de não poderem votar nas próximas eleições, ficarão impedidos de tirar passaporte e CPF, tomar posse em concurso público, obter empréstimos em bancos oficiais, receber remuneração (se for funcionário público) e renovar matrícula em escolas e universidades oficiais.