Carro cai em valão no Barreto, na Zona Norte

Motorista do veículo alega que o mato atrapalhou a visão durante a manobra. Foto: Júlio Silva

Moradores reclamam da falta de muretas de proteção no local. Prefeitura informa que será feita a instalação de guarda-corpo nesta quarta-feira

Sem saber da existência de um córrego, um motorista deu ré no seu veículo, modelo Fox prata, e caiu dentro do valão na manhã de ontem, na Rua General Castrioto, na altura do nº 288, no Barreto, em Niterói.  O condutor saiu sozinho do carro e não se feriu.
O acidente aconteceu às 7h30 e não atrapalhou o trânsito no local, já que é uma rua de difícil acesso devido à quantidade de buracos. O condutor do veículo, o mecânico Sérgio Pereira da Silva, de 40 anos, estava sozinho no carro, e não conhecia a região. 
“Moro em Itaboraí e só estava de passagem pelo Barreto. Eu vim de ré pela rua tentando chegar na via principal e não sabia da existência do valão, até porque não dá para ver, já que tem mato na frente.”, disse.
Moradores que ouviram o barulho e presenciaram o acidente, chamaram o Corpo de Bombeiros, mas a vítima não quis ser encaminhada ao hospital, por não ter ferimentos. 
De acordo com a advogada Jorgiane Lima, que reside na rua, não é a primeira vez que acontece um acidente no local. Um ciclista já teria caído dentro do córrego. 
“Um ciclista caiu e se feriu gravemente. Ele conseguiu sair sozinho e tocou a campainha da minha casa pedindo ajuda. É um absurdo não ter sinalização nenhuma indicando a existência dessa vala”, disse.
Populares contaram que a mureta de proteção que havia foi destruída há anos devido a constante passagem de caminhões transportando materiais de construção. Os moradores contam, ainda, que já reclamaram diversas vezes com a Prefeitura de Niterói exigindo a instalação de guarda-corpos no entorno do valão ou ao menos placas indicativas para as pessoas ficarem atentas. Ainda segundo eles, a falta de proteção assombra todos que passam pelo local, além de ser um perigo para crianças que brincam na rua. 
A Prefeitura de Niterói, através da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos, informa que o guarda-corpo já foi feito e será instalado hoje.

Por: Verônica Padrone O FLUMINENSE