OS PAPAIS NOÉIS DA SEGURANÇA

OS PAPAIS NOÉIS DA SEGURANÇA



A presença dos recrutas da Polícia Militar patrulhando as ruas do Centro e de Icaraí na Operação Papai Noel já pode ser notada a partir das primeiras horas de ontem. Em diversas esquinas, principalmente do Centro, foi possível encontrar pelo menos três policiais rondando as saídas de loja e esquinas. Com os olhos atentos, eles observavam cada movimentação estranha. Os 160 recrutas estão passando pela segunda fase de treinamento para se tornarem policiais militares. O início dos trabalhos na rua coincidiram com a fim da primeira fase que é basicamente teórica. Os recrutas devem permanecer nas ruas até o dia 15 de janeiro até o final da Operação que visa coibir assaltos, furtos e roubos na época que antecede o Natal. 
Os policiais devem patrulhar a cidade até o dia 15, onde há trocas de presentes. Esses recrutas estarão acompanhados de policiais mais experientes e serão livres para executar prisões e apreensões. Para o comandante do 12º BPM (Niterói), Gilson Chagas, o primeiro dia foi de um salto positivo já que não contou com nenhuma prisão ou apreensão.
“Nosso primeiro dia de operação foi muito positivo e não tivemos nenhum caso de prisão ou ocorrência. Acredito que seja por conta da presença desses policiais. Trabalhamos também com a prevenção que é uma ótima medida”, disse.
A população aprova a iniciativa do 12º BPM juntamente com entidades comerciais de Niterói, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sindilojas e Acerj. 
“Ter policiais nas ruas é muito importante para que os criminosos evitem assaltar a quem está indo fazer compras ou voltando delas. Seria bom se esses militares ficassem direto na cidade e não por pouco tempo. É bom que esses recrutas aprendem como se trabalha na rua”, contou o empresário, Thiago Luiz Mendonça, 46 anos.

Por Aline Balbino  A Tribuna