Polícia Civil reage à guerra de traficantes no Fonseca

Com apoio de agentes da Core, delegado tentou cumprir mandados de prisão nos morros Juca Branco e Serrão contra envolvidos na recente guerra entre facções criminosas rivais, pelo controle dos pontos de venda de drogas da região. Foto: Júlio Silva

Operação para reprimir disputa entre facções rivais pelo controle de bocas de fumo e roubo de veículos teve quatro presos. Foram apreendidas drogas e armas

Em reposta aos recentes confrontos armados entre facções criminosas rivais pelo controle dos pontos de venda de drogas nas favelas da Zona Norte de Niterói, agentes da 78ª DP (Fonseca) com apoio de homens de outras delegacias da cidade e de policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) desencadearam na manhã de ontem uma operação para reprimir o tráfico de entorpecentes e o roubo de veículos na região. 
Eles tentaram cumprir cinco mandados de prisão contra suspeitos de participação nas recentes tentativas de invasão nos morros Boavista, Juca Branco e Serrão, no Fonseca. Nenhum deles foi encontrado, mas quatro outras pessoas, entre elas um adolescente, foram levados para a delegacia. 
Na operação foram apreendidas 22 cápsulas de cocaína, três frascos de cheirinho da loló, três motos, três estepes de carro, 11 aparelhos celulares, dois radiotransmissores e baterias. De acordo com o delegado Paulo Guimarães, que comandou a operação, nove pessoas acusadas de participação nas tentativas de invasões que geraram tiroteios e mortes nas favelas já foram identificados. 
“Destas, várias possuem mandados de prisão expedidos pela 3ª Vara Criminal de Niterói, sendo que uma delas já foi morta pelos próprios traficantes”, informou o delegado.
Segundo ele, os acusados de tráfico também estariam envolvidos com o roubo de veículos na região. 
“Prova disso são as motos roubadas que foram apreendidas. Esses presos que estão aqui não foram identificados nas investigações, mas já confessaram que conhecem os procurados e que fazem parte do mundo do crime”, afirmou Paulo Guimarães, divulgando a lista dos foragidos: Arão Aquino de Oliveira, Francisco Wellington de Souza Farias, Henrique Oliveira da Costa, Celso Vinícius Flores de Menezes, Chrystian Patrick Rodrigues Santos. 
Um dos mandados de prisão estava em nome de Leonardo da Conceição Galdino, mas, segundo o delegado, ele foi encontrado morto dentro da mala de um carro no último dia 19 de novembro.
“Ele foi julgado e condenado por traficantes da Favela do Sabão, no Centro, por ter assassinado Karla Cristina Silva de Souza, de 37 anos, encontrada morta com tiros no porta-malas de outro carro”, informou.
As guerras entre facções rivais na Zona Norte já ocorrem desde maio, quando homens ligados à facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA), oriundos da favela do Sabão e do Morro do Boa Vista, tentaram tomar as bocas de fumo da rival Comando Vermelho (CV), nos morros do Serrão e Juca Branco. 
A guerra, que está tirando o sono de moradores, levou a PM a realizar constantes incursões nas favelas. 

Por: Marcelo Almeida      O FLUMINENSE