"Bloco das Piranhas" arrasta 80 mil pessoas em Icaraí

A fantasia mais adotada neste ano foi de Mulher Maravilha, inspirada no grupo de funk Bonde das Maravilhas. Foto: Maurício Gil

Pela Décima Sétima vez trans atriz Fabianna Brazil comandou o trio elétrico que contou com repertório de paz e amor para atrair boas vibrações para o próximo ano

O tradicional “Bloco das Piranhas” arrastou uma multidão para a orla da praia de Icaraí, em Niterói, na tarde desta terça-feira (31). O evento começou por volta das 15h30 com a concentração ainda na Rua Miguel de Frias no bairro de Icaraí. O tema desta edição foi "Piranhas poderosas", inspirado pelo sucesso da cantora Anitta.
Pela décima sétima vez a atriz transexual Fabianna Brazil, madrinha do Bloco das Piranhas, comandou a festa do alto do trio elétrico com um repertório de paz de amor para se despedir de 2013. O público também abusou da criatividade com os mais variados trajes. Segundo a PM, 50 mil pessoas participaram do bloco, mas a organização do evento contabilizou quase 80 mil foliões. Ela se emocionou bastante com o clima tranquilo da comemoração: "Há algum tempo atrás as pessoas tinham medo de vir no bloco, porque tinha confusão o tempo todo. Até a prefeitura tentou proibir. Mas esse ano não teve uma briga sequer, a Polícia Militar até veio nos parabenizar. Estou em estado de graça, finalmente nós conseguimos pacificar o Bloco das Piranhas. Essa garotada veio aqui apenas para festejar e colher energias para o ano que vai começar".
A tranquilidade também marcou a festa já que a PM informou não ter contabilizado ocorrências relevantes durante a passagem do bloco, que começou na Rua Miguel de Frias, atravessando a Avenida Doutor Alberto Francisco Torres, terminado na altura da Rua Mariz e Barros. No Posto de Saúde montado na orla da praia também não foram registados atendimentos considerados de alta relevância.
Incorporando o cântico que marcou as manifestações de junho, os foliões entoaram o "vem pra rua" para convidar os banhistas que ainda estavam na Praia de Icaraí para aderir ao bloco. A fantasia mais adotada neste ano foi de Mulher Maravilha, inspirada no grupo de funk Bonde das Maravilhas. Um dos grupos mais numerosos de maravilhas estava logo atrás do trio elétrico.
O mecânico Diego Oliveira, de 23 anos, disse que o grupo de amigos sempre combina uma fantasia: "A gente vem todo ano, já é tradição. É o sétimo ano seguido. Já viemos de empreguete, noiva, fadinha. O importante é curtir".
Chuva – Depois do dia de muito sol e calor forte na cidade, um temporal encerrou a festa. Por volta das 17h30 uma forte chuva caiu sobre a região, mas não conseguiu estragar a festa que já estava para terminar para os preparativos da festa da virada com previsão de início para as 18h30.
Funcionários da CLIN já trabalham na retirada do lixo deixado pelos foliões para garantir que orla esteja pronta para receber seus convidados para a celebração do réveillon na Praia de Icaraí. oooVários foliões reclamaram do temporal que caiu no fim do bloco. É o caso do estudante Marcos Antonio Pacheco da Silva, de 17 anos: "É a primeira vez que venho. Foi ruim por causa da chuva no final, mas pretendo voltar mais vezes".

Por: Igor Mello  O Fluminense