Morador do Barreto faz homenagem à padroeira do Brasil e reproduz Catedral localizada em Aparecida do Norte.




12 de outubro é o Dia da Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.  No Barreto muitas são as histórias de devoção ao Santo Padroeiro da cidade do Rio de Janeiro São Sebastião, porém não para o comerciante e pedreiro Itevaldo Coco Mariano (Val).
Ele é devoto da Santa Padroeira do Brasil desde criança, e vai a Aparecida do Norte todos os anos. Recentemente dedicou boa parte do seu tempo para confeccionar uma réplica da Basílica que fica em Aparecida do Norte, São Paulo.
A miniatura foi colocada em um espaço especial da Rua B, localizada no Morro do Pires no Bairro do Barreto, zona Norte de Niterói.
 “A rua ficará mais conhecida a partir de agora...” diz moradora do bairro.
A rua B passou a contar com um cantinho reservado para o que (Val) considera uma das suas principais obras. Mesmo dividindo o tempo entre as tarefas de administração do seu comercio, conseguiu tempo para o projeto que demonstra toda a sua fé e devoção.

O mesmo afirma ser devoto da Santa, e que as visitas a Catedral em São Paulo por quase vinte anos reforçaram ainda mais o carinho pela Padroeira do Brasil. Segundo ele, a idéia veio como forma de homenagem. Para começar ele fez pesquisas que incluíam o tamanho da igreja original. A Basílica que fica no interior de São Paulo é o segundo maior templo católico do mundo, menor apenas que a Basílica de São Pedro, no vaticano. Somente a torre mede 100 metros de altura. São dezoito andares. 
E foi em toda essa dimensão de arte que (Val) se inspirou. Como ele já está acostumado com cálculos e medidas fez quase tudo sozinho utilizando apenas uma foto como molde. 
Com tantos detalhes, ele precisou ter paciência. A réplica tem aproximadamente três metros de largura com Um e Oitenta de comprimento e possui a mesma cor que o santuário original, antes da reforma.
 Itevaldo afirma que a replica ficará pronta em até trinta dias, porém não falta disposição para que o prazo fique menor. Os vizinhos acompanham todo o processo com ansiedade e muita alegria.
 “Ter essa réplica aqui na rua é um presente de Deus", afirma moradora que passava na hora.







Redação Barreto Online