Nosso assalto de cada dia, já virou rotina no Barreto

Posto é frequentemente assaltado. Foto: Júlio Silva

Posto de combustíveis é roubado pela nona vez. Bandidos agiram em plena luz do dia em ação que durou poucos minutos. Bandidos levaram também pertences de clientes

Um posto de combustíveis localizado na Rua Galvão, no Barreto, Zona Norte de Niterói, foi assaltado na manhã de ontem por três criminosos armados que estavam em um VW Jeta prata, roubado há cerca de um mês. Segundo o proprietário, é o nono assalto sofrido nos últimos meses. Dois clientes que estavam abastecendo também foram roubados e tiveram pertences levados pelos bandidos.
A ação criminosa durou poucos minutos. Através do vidro escuro e pouco abaixado, o carona pediu para que o frentista abastecesse R$ 30 de gasolina. Na hora de abrir o tanque de combustível, o motorista se enganou e abriu o porta-malas, puxando a alavanca errada. Um dos frentistas foi ajudar a fechar a mala, quando foi anunciado o assalto.
“Eu fui fechar a mala e vi uma arma grande enrolada em um pano. Já estava suspeitando de assalto desde que vi o carro chegar, porque parou errado na vaga e deu ré todo sem jeito. Quando eu vi aquilo ali na mala fiquei certo que era um assalto”, comentou um dos frentistas, acreditando se tratar de um fuzil.
Até o fechamento desta edição, o gerente do estabelecimento ainda não havia contabilizado o prejuízo, mas pelo menos R$ 1 mil em dinheiro foi levado, além de produtos da loja de conveniência, como sorvete, bebidas e pacotes de salgados. 
Um dos funcionários, sem perceber que o posto estava sendo assaltado, se encaminhou até um quartinho para lavar a mão e por pouco não foi morto pelos criminosos. Um deles chegou a gritar para o outro: “mata logo pra aprender e deixar de ser bucha!”. 
“Em setembro passado fomos assaltados duas vezes na mesma semana pela mesma quadrilha. É muita ousadia”, declarou o dono do posto.
Nas imagens do circuito de segurança do estabelecimento registraram o assalto. É possível ver nas imagens os criminosos chegando, desembarcando, rendendo funcionários e levando os produtos do roubo. 
Na fuga, os bandidos pegaram a Rua Galvão em direção ao Cemitério Maruí. Pouco depois, uma viatura da PM passou pelo local. Os policiais foram alertados e chegaram a fazer buscas na região, mas os criminosos não foram localizados. 
O caso foi registrado na 78ª DP (Fonseca), que vai avaliar as imagens das câmeras de segurança e cruzá-las com fotos do banco de dados de suspeitos fichados para ver se identificam os assaltantes. 
A polícia pede que pessoas que tenham informações que possam ajudar a chegar aos criminosos entrem em contato com o Serviço Disque-Denúncia (2253-1177). O anonimato é garantido. 


Por: Marcelo Almeida  O FLUMINENSE