Rio de Janeiro compra 8 novos veículos táticos blindados

CAVEIRÕES: MODERNIDADE PARA COMBATER A VIOLÊNCIAOs oito veículos táticos blindados para transporte de tropas, adquiridos pelo Governo do Estado para proporcionar mais conforto aos policiais e consolidar a política de pacificação, desembarcaram no último sábado no Porto do Rio de Janeiro.
A frota será usada para reequipar três unidades especializadas das polícias Civil e Militar. Os blindados foram fabricados por uma empresa sul-africana, vencedora do pregão internacional realizado pelo Governo do Estado.
Do total da frota, quatro veículos serão destinados ao Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), dois ao BPChoque (Batalhão de Choque) – ambos da Polícia Militar – e dois à Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), da Polícia Civil. As novas viaturas vão modernizar a segunda geração de blindados das polícias fluminenses, que atualmente conta com seis veículos. Após o desembarque, os blindados serão fiscalizados pelo Exército para liberação de uso.
Os novos veículos têm capacidade para transportar 13 policiais. São equipados com sistema de freios ABS, tração nas quatro rodas e sistema de detecção e supressão de incêndio no motor, que pode ser acionado pelos tripulantes. Outro diferencial está na refrigeração interna: o ar-condicionado mantém-se em operação mesmo com o motor do veículo desligado.
Além do conforto, a segurança dos policiais também foi reforçada pelo sistema de blindagem, que garante cobertura para toda a tripulação. Os pneus têm capacidade para rodar até 20 quilômetros em caso de avarias. Outro ponto de destaque é o mecanismo hidráulico de desobstrução de vias. Instalado na parte frontal do veículo, o sistema é similar a um para-choque móvel, que possibilita a remoção de obstáculos que sejam colocados no percurso da viatura.
Além de garantir ao blindado a capacidade de transpor e remover obstáculos das vias, o motor a diesel de 6,7 litros também tem certificação ecológica, com classificação de emissão de poluentes Euro 3. Graças ao sistema de câmeras com visão noturna, formado por duas máquinas que funcionam em baixa luminosidade, a tripulação tem visualização externa e pode acompanhar a movimentação ao redor do blindado no display de vigilância instalado na área interna da viatura.