Polícia impede guerra do tráfico entre facções do Morro do Castro e Marítimos

Suspeitos detidos foram levados para a delegacia de Neves, onde foram autuados. Foto: Marcelo Feitosa 

Agentes fazem operação no Morro do Castro para desarticular plano de invadir o Morro dos Marítimos e apreende R$ 100 mil em drogas. Três pessoas foram presas na ação

Após receber denúncia informando que o Morro dos Marítimos, no Barreto, controlado pela facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA) seria invadido por rivais do Comando Vermelho (CV), a Polícia Militar deflagrou na manhã desta quinta-feira (24), no Morro do Castro, uma operação para desarticular o plano de traficantes. Segundo a denúncia, traficantes daquela localidade estariam se unindo com bandidos da favela Nova Brasília para promover o ataque conjunto. 
Durante operação, três pessoas acusadas de tráfico acabaram presas. Com o trio, que ainda é acusado de pertencer a uma quadrilha especializada em clonagem de veículos, a polícia disse ter encontrado munições, carregadores de revólveres e quase R$ 100 mil em cocaína.
Operação – A ação teve início por volta das 6 horas, quando os agentes entraram na localidade que faz limite entre Niterói e São Gonçalo. Segundo os militares, não houve confronto com traficantes de drogas daquela comunidade. 
“Entre os presos, um pai com o filho, suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas e a quadrilha especializada em clonagem. A dupla ainda é acusada de subornar os PMs, em troca de liberdade”, contou um policial.
Prejuízo – A cocaína apreendida estava dividida em três tabletes prensados, somando aproximadamente três quilos, e em 835 pinos. Também foram apreendidas pedras de crak, martelos usados para alterar o chassi de veículos, carregadores de pistola e fuzil e material para endolação de entorpecentes. Ainda de acordo com a PM, cinco veículos, que seriam clonados, foram apreendidos. 
Matos Cunha, de 57 anos, seu filho Sergio Assis Mota, de 31 anos, e Maxuwel Barcellos, de 32 anos, foram encontrados em diferentes locais da comunidade e levados para 73ª DP (Neves), onde o caso foi registrado.
Uma mulher que segundo a polícia seria esposa de um dos suspeitos, também foi levada para a delegacia, acusada de desacato, mas acabou liberada após prestar depoimento.
Entre os veículos apreendidos estavam um Fiat Doblô, um Fiat Punto, um VW Santana e uma Kombi, além de uma motocicleta.

Indiciamento – O trio preso foi autuado por tráfico de drogas, associação para o tráfico, formação de quadrilha e receptação. Mario e Sérgio ainda irão responder por suborno, informou a polícia. 
Os três foram transferidos durante a tarde para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Por: Anderson Justino     O Fluminense