Travessia mais segura no Fonseca

TRAVESSIA MAIS SEGURAA Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) iniciou na manhã da última segunda-feira a instalação de novos guarda-corpos na Alameda São Boaventura, no Fonseca, Zona Norte de Niterói.
As muretas estão sendo instaladas na altura das ruas Lopes Cunha, São Januário e na Travessa 22 de Novembro. O trabalho está sendo feito pela Kallas, empresa responsável pelo mobiliário urbano. O valor gasto na colocação dos separadores não foi divulgado. Além de todas as estações de ônibus, a Seconser está colocando os guarda-corpos nos cruzamentos onde foi observado maior número de irregularidades cometidas pelos transeuntes.
“Já estamos estudando os próximos locais a receberem as defensas, dentro do cronograma de instalação do mobiliário urbano. As avenidas Feliciano Sodré e Rio Branco são dois locais onde os pedestres também costumam fazer travessias arriscadas”, explicou a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.
Simultaneamente à instalação dos separadores, agentes da NitTrans realizaram uma campanha de conscientização para alertar a população sobre os riscos da travessia de pista arriscada na Alameda São Boaventura, onde eventualmente acontecem casos de atropelamentos. Oito agentes estavam espalhados pela via para orientar a população. Foi feita também a distribuição de panfletos na Alameda, alertando sobre os riscos de travessia fora da faixa. Cerca de 500 panfletos foram distribuídos aos pedestres, que eram alertados sobre os perigos da travessia fora da faixa de pedestres.
“É importante fazer esse trabalho de educação. Somente alarmando sobre os riscos, da importância de se fazer a lei ser cumprida, que faremos cair cada vez mais os índices de acidentes na cidade. A cada ano na nossa gestão estamos diminuindo, mas buscamos índice zero”, garantiu o presidente da NitTrans, coronel Paulo Afonso Cunha.

MULTAS MORAIS
A NitTrans também irá aplicar multas morais, que consistem em advertir os condutores de uma forma preliminar e educativa, sem a emissão de autuação, para que haja reflexão sobre a importância de seguir a lei. Esta campanha está baseada no artigo 267 do Código de Trânsito Brasileiro, que considerada as multas morais aplicáveis como infrações leves ou médias. A Campanha da Multa Moral está em fase de estudos, mas ainda não há data para entrar em vigor. No entanto, já se sabe que a abordagem será feita normalmente por agentes e operadores. Os condutores receberão as notificações morais e serão registradas de forma interna. Caso haja reincidência, será lavrada a punição normalmente.



Por Aline Balbino   AtribunRj