Alameda é campeã em atropelamentos

ALAMEDA É LIDER EM ATROPELAMENTO

O número de ocorrências envolvendo atropelamentos em toda Niterói aumentou 14,24% se comparados os oito primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2013. A via que apresenta o maior índice de atropelamentos no município é a Alameda São Boaventura, no Fonseca, na Zona Norte.
Os números foram divulgados pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) e mostram que as ocorrências cresceram de 323 casos no ano passado, para 369 neste ano. No levantamento, a corporação listou as cinco vias com maior incidência de pessoas atropeladas no município. Liderando o ranking está a Alameda São Boaventura. A via apresentava em 2013, cerca de 24 ocorrências de atropelamentos. Já em 2014, os números subiram para 36, representando um aumento de 50%. Apesar do aumento do número total e na Alameda São Boaventura, as outras quatro primeiras vias tiveram reduções significativas nas ocorrências. Em segundo está a Estrada Francisco da Cruz Nunes, na Região Oceânica, com uma queda de 35,29%, passando de 34 ocorrências em 2013, para 22 em 2014. A Avenida Visconde do Rio Branco, no Centro, está em terceiro lugar com 22 ocorrências no ano passado e 15 neste ano, o que significa uma redução de 31,81%. Em quarto está uma das principais vias de Niterói, a Avenida Ernani do Amaral Peixoto, onde os bombeiros atenderam somente em 2013, 17 atropelamentos. Em 2014 essa quantidade caiu 47%, passando para nove ocorrências. Já em quinto está a Avenida Professor João Brasil, na Zona Norte. A via registrou redução de 12,5%, com oito ocorrências em 2013 e sete, neste ano.
“Dá pra perceber que os atropelamentos têm acontecido com maior frequência. Para evitar eu procuro atravessar sempre na faixa de pedestres e próximo do semáforo. Acho que é uma questão de educação. Se pedestres e motoristas respeitarem as sinalizações, dificilmente esse problema irá persistir”, disse a professora de língua portuguesa, Marta Onofre, de 55 anos.
Ainda segundo os bombeiros, diferente do que ocorre no município de Niterói, as ocorrências relacionadas a atropelamentos em nível estadual vem apresentando queda de 9,2%. Em 2013 os números eram de 11.537, enquanto em 2014, até o mês de setembro, foram registradas 7.863 ocorrências.
Para diminuir esses problemas, no início do mês de setembro a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) iniciou a instalação de guarda-corpos na Alameda São Boaventura. As muretas foram instaladas na altura das ruas Lopes Cunha, São Januário e na Travessa 22 de Novembro. Além de todas as estações de ônibus, a Seconser está colocando os guarda-corpos nos cruzamentos onde foi observado maior número de irregularidades cometidas pelos transeuntes.
“Já estamos estudando os próximos locais a receberem as defensas, dentro do cronograma de instalação do mobiliário urbano. As avenidas Feliciano Sodré e Rio Branco são dois locais onde os pedestres também costumam fazer travessias arriscadas”, explicou na época a secretária de Conservação e Serviços Públicos, Dayse Monassa.


Por Guilherme Peixe       AtribunaRJ