Amantes e donos de carros antigos se reúnem no Barreto

As pessoas paravam para observar e saber mais sobre a história dos veículos. Foto: Lucas Benevides

Encontro mensal de carros antigos do Clube Nictheroy aconteceu no SAM’S Club, na BR-101, e contou com 60 veículos, de vários modelos e anos diferentes.

O encontro mensal de carros antigos do Clube Nictheroy aconteceu neste domingo, no Sam's Club, na BR 101. Cerca de 60 carros antigos de vários modelos e anos diferentes participaram da exposição. As pessoas paravam para observar e saber mais sobre a história dos veículos. Segundo o diretor administrativo do Clube Nictheroy, Waltemir Abreu Peixoto, o objetivo do evento é divulgar o antigo-mobilístico na cidade.
"Muitas pessoas têm curiosidade em saber sobre a estrutura e como eram os carros antigos. É uma oportunidade que damos às pessoas que têm veículos antigos de se juntarem a nós nessa exposição e, também, para aqueles que só querem conhecer um pouco mais de perto", diz Waltemir.
No evento, era possível encontrar vários amantes e donos de carros antigos. Um deles era Roberto Paladino, que já tem um Ford Fairlane 500, há mais de 30 anos. “Eu tinha 12 anos quando fui com meu tio ao Porto pegar o carro e nunca mais me desfiz dele. Esse carro tem história na família. Fui para o meu casamento com ele e minhas sobrinhas também. Até hoje aparecem pessoas me pedindo para serem levadas para casamentos a bordo desse carro. Além disso, participei de gravações em novelas, do filme 'Reis e Ratos' e do seriado Jk", conta Paladino.
De acordo com um dos sócios do Clube Nicteroy, André Bastos, as pessoas não só se apaixonam dos carros como também das histórias dos donos dos automóveis. “Há um senhor, por exemplo, que encontrou um carro abandonado há pouco mais de 25 e lutou para ficar com ele. Hoje, ele participa das exposições e sempre lembra desse momento”, comenta André, acrescentando que o próximo evento acontecerá no dia 17, em Camboinhas.
Por: Milena Bouças   O Fluminense