Jovem é atacada por grupo de criminosos no Barreto

Ataque do grupo aconteceu na esquina das ruas Luiz Palmier e Guimarães Junior, no Barreto. Foto: Júlio Silva

Vítima foi atacada pelo bando, que levou sua bolsa quando passava por uma rua do bairro, no início da manhã. A mulher reagiu, mas acabou agredida pelos suspeitos

Uma jovem foi atacada por um grupo de criminosos, que estava de carro, no início da manhã deste sábado no Barreto, em Niterói. A vítima teve a bolsa levada por um dos bandidos, após ser agredida pelo suspeito.
O ataque aconteceu por volta das 6h50, na esquina das ruas Luis Palmier e Guimarães Júnior, no Barreto, Zona Norte de Niterói. De acordo com testemunhas, a quadrilha estava rondando a localidade em um veículo de passeio, modelo corsa, verde escuro. No veículo, estavam pelo menos quatro pessoas, incluindo uma mulher. Comerciantes próximos contaram que um deles desceu do veículo próximo de uma banca de jornal, que fica na esquina das ruas, quando decidiu atacar a moça.
“Não havia ninguém na rua porque era muito cedo. Estava deserto. Ele ficou rondando e olhando aqui e logo suspeitei que ele fosse fazer alguma coisa. Quando eu saí, acho que ele se assustou com um grupo de pessoas que estava vindo de um colégio próximo, então ele seguiu em direção ao outro lado da rua e atacou a moça, que estava sozinha”, contou uma das testemunhas que estava próximo do local do crime.
Ainda segundo testemunhas, o homem abordou a vítima e, sem apresentar nenhum tipo de arma, e tentou rouba-la. A jovem reagiu e acabou entrando em luta corporal com o assaltante.
"Na hora não entendi muito o que estava acontecendo, quando percebi que era um assalto. Algumas pessoas que estavam na padaria gritaram para ela entregar a bolsa e se livrar logo dele, mas ela ficou resistindo”, relatou outra testemunha, que também preferiu não se identificar.
Surpreso com a  reação da vítima, o acusado teria empurrado a mulher, que caiu sobre o carro, onde estava o grupo. Em seguida, um outro comparsa também saiu do veículo e ajudou o comparsa nas agressões contra a vítima, com chutes e socos.
Terminada a ação, o grupo conseguiu roubar a mulher e seguiu em direção a São Gonçalo. O carro estava com a placa alterada. A mulher foi amparada por moradores de um condomínio próximo do local e não precisou ser encaminhada ao hospital.
O homem que atacou a mulher é descrito por populares como sendo loiro, cerca de 1,80 metro, estava de calça jeans e camisa polo listrada nas cores preto e verde.
A Polícia Militar foi acionada, mas quando a viatura chegou no local o grupo já tinha fugido.

Por: Cícero Borges     O Fluminense