A zona norte vai ganhar provavelmente, dentro de dois meses, mais duas cabines integradas da Polícia Militar

Resultado de imagem para cabine da pm na praça do Barreto


Cabines do Barreto e Fonseca estão próximas de ser reformadas para receber efetivo e ser ocupadas por PMs e guardas municipais.

A zona norte vai ganhar provavelmente, dentro de dois meses, mais duas cabines integradas da Polícia Militar e Guarda Municipal, informou o secretário municipal de Ordem Pública. De acordo com ele, a cabine da Alameda São Boaventura, no Fonseca, será reposicionada para a esquina da Avenida Professor João Brasil e estará em pleno funcionamento até o fim de maio. Hoje, essas duas bases, estão desocupadas.
Moradores e comerciantes no entorno dessas unidades já mudaram a rotina por causa de assaltos e outros crimes. Lojas estão fechando mais cedo e pessoas estão buscando horários alternativos para caminhadas. Segundo Marcus Jardim, a ocupação das cabines servirá para coibir a ação de criminosos.
 Ainda não temos uma data prevista para reativar a cabine do Barreto, mas certamente está dentro dos nossos planos”, contou Jardim.
A cabine da Alameda São Boaventura, no Fonseca, na Zona Norte, apresenta sinais de deterioração, inclusive com grades quebradas e sujeira no interior da unidade, ocupado por cadeiras, uma mesa, frigobar, micro-ondas e um armário, além de banheiro. 
Já na cabine posicionada em frente à Praça Enéas de Castro, popularmente conhecida como Praça do Barreto, na Zona Norte, moradores contam que os comércios estão fechando mais cedo e que moradores mudaram hábitos com medo de assaltos.
O anúncio da reativação das cabines acontece após a informação de que o 12º BPM (Niterói) receberá o reforço de mais 100 novos policiais vindos das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). O objetivo é que esses policiais atuem nas ruas do município, com prioridade nas duplas a pé (também conhecidas como Cosme e Damião). 
No total, com o reforço dos novos agentes, o 12º BPM (Niterói) será composto de um efetivo de 1.076 homens. Um estudo, segundo o comandante da unidade, coronel Gilson Chagas, será realizado nas próximas semanas para analisar quais serão as áreas de maior incidência de crime que receberão as duplas de policiais para garantir a segurança.

Por Redação Barreto On Line