Pista olímpica de ciclismo BMX no Barreto até o fim do ano

Projeto pista olímpica de ciclismo BMX. Imagem de divulgação


Ministério dos Esportes confirma que serão investidos R$ 891 mil para as obras e o local, Avenida Presidente Craveiro Lopes, no Barreto, tem 22 mil metros quadrados

A cidade de Niterói ganhará em breve um equipamento de nível internacional e que permitirá ao município abrigar mais delegações olímpicas. Isso porque a cidade recebeu  por parte do Governo Estadual, após despacho publicado no Diário Oficial na última segunda-feira, a cessão de um terreno de 22 mil metros quadrados, na Avenida Presidente Craveiro Lopes, no Barreto, para a construção de uma pista de ciclismo BMX, modalidade olímpica. A verba para a construção do local de competições virá do Ministério do Esporte, com a exigência de que a obra tenha início no mês de junho.
De acordo, com o coordenador de BMX da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), a pista será projetada com base na experiência internacional de integrantes da CBC, seguindo um padrão internacional e tendo ainda como base o Guia de Construção de Pista da União Ciclística Internacional (UCI).
“A pista segue um padrão internacional e o Guia de Construção de Pista da UCI, que também já foi repassado ao pessoal do Rio de Janeiro, para que siga todas as exigências e seja homologada pelo UCI, estando apta para receber competições internacionais”, afirmou ele, que trabalhava desenvolvendo projetos de legado olímpico do BMX em Londres, sede da última edição dos Jogos Olímpicos.
Ele também comentou sobre a importância da pista para ciclismo carioca.
“Fantástico. A pista terá uma rampa de oito metros e outra de cinco, com um ambiente seguro que permitirá que crianças de cinco anos pratiquem BMX, podendo participar de projetos sociais e também atrair atletas de alto rendimento”, destacou.
Paulo Cotrim também frisou que a verba de R$ 891 mil, que será liberada integralmente pelo Ministério do Esporte, só vai ser recebida caso a construção da arena comece até junho. Com o início das obras, o valor total será repassado automaticamente à CBC. Ele ainda frisou que a previsão para o término das obras é de dois meses. O dirigente ainda confirmou que Niterói estará apta a receber delegações de ciclismo BMX. Nos Jogos de 2016, a modalidade será disputada no Complexo de Deodoro.
O subsecretário de Esportes de Niterói, Fernando Fonte, falou sobre o esforço da pasta para abrigar este equipamento. 
“Será de grande valia para a cidade trazer um equipamento olímpico de alto nível. Estamos unindo esforços para conseguir essa pista junto ao Ministério do Esporte”, disse Fernando.

Por Matheus Oliveira     O Fluminense