Brinquedos enferrujados e até mesmo quebrados estão colocando em risco a segurança das crianças no Horto do Barreto


Douglas Macedo
O espaço que era para servir de lazer para as crianças está virando motivo de apreensão para os pais. No Horto do Barreto, em Niterói, alguns brinquedos estão quebrados e enferrujados. Segundo relatos, a área de lazer foi interditada uma vez, mas nada foi feito.


“Achei que interditariam para fazer alguma manutenção. Até hoje me pergunto o que eles fizeram aqui, pois não consertaram os brinquedos, nem pintaram. Não aconteceu nada”, reclama a secretária Lidiane Martins, acompanhada da filha de cinco anos.

Se alguma criança quiser brincar na gangorra, vai se decepcionar. O brinquedo está inutilizado, pois uma parte do equipamento está quebrada. Já o balanço - geralmente, o queridinho da criançada - está enferrujado. A mãe do pequeno Gabriel, de oito anos, Wanda Rocha, conta que o filho já caiu três vezes enquanto brincava de um balanço em má condições de conservação em outro parque, e não quer arriscar.

“Isso aconteceu há algum tempo no Campo de São Bento. O balanço estava muito enferrujado também e acabou se soltando. Gabriel caiu e por sorte não se machucou. Como ele estuda aqui perto, ao passarmos em frente ao portão do Horto, ele quer entrar para brincar. Mas aqui, a situação também não é muito diferente. O balanço está todo enferrujado. Morro de medo que ele se machuque”, afirma Wanda.

No final do ano passado, foi construída uma biblioteca no Horto. Alguns pais aproveitam que os brinquedos estão em estado precário e leem algumas histórias infantis para os filhos, como é o caso da dona de casa Maria José Teixeira. Tia de Davi, ela diz que a criança prefere os brinquedos, mas tenta distraí-lo contando alguma história em quadrinhos. “Não confio muito nesses brinquedos. Às vezes consigo prender a atenção dele lendo alguma historinha”, diz.
A Prefeitura informou que enviará ao horto equipe para vistoria e posterior reparo.
Por Milena Bouças   O Fluminense