Agora vai ! Prefeitura inaugura Centro Integrado de Segurança Pública (CISP)

cisp-inauguracao1


A Prefeitura de Niterói inaugurou na manhã desta segunda-feira (10/8) o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), em Piratininga, na Região Oceânica da cidade.
A cerimônia contou com a participação do prefeito, do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki. 
Equipado com tecnologia de ponta, o CISP vai integrar todas as forças de segurança estaduais, federais e municipais, além do Corpo de Bombeiros, NitTrans e Defesa Civil. O Centro contará até o final do ano com 600 câmeras que vão monitorar toda a cidade 24 horas por dia. Inicialmente, vão funcionar 200 dispositivos de monitoramento. Do total de câmeras, 50 terão alcance de 360 graus.
O CISP conta também com 80 botões de alerta que serão instalados em locais de grande concentração como terminais rodoviários e barcas, escolas públicas, conjuntos habitacionais do Minha Casa Minha Vida, entre outros.

Esses botões de alerta serão atrelados a dispositivos de vídeo. Ao ser acionado por um agente treinado, o sinal entra no sistema e soa um alerta dentro o CISP, georeferenciando o local do fato e o que está ocorrendo.
O sistema do CISP terá ainda um aplicativo de celular em que os agentes contarão com botão de alerta no telefone e poderão acionar o Centro. Após descobrir um fato de relevância, o guarda envia o pedido de socorro e, em quatro segundos, o alarme toca no CISP. Em seguida, o próprio celular do agente passa a enviar para a Central de Monitoramento imagens, em tempo real, da ocorrência em andamento.
Com investimentos de cerca de R$ 20 milhões, sendo R$ 3 milhões do governo federal, o Centro Integrado de Segurança contará com câmeras fixas e móveis além de portais nas entradas e saídas da cidade com leitores automáticos capazes de verificar as placas de veículos em situação irregularAs imagens captadas ficarão armazenadas em um banco de dados e poderão ser requisitadas pelas polícias Civil e Federal para facilitarem as investigações.
 
cisp-inauguracao
Guardas municipais que irão operar o CISP foram treinados pela empresa El Corte Inglês, vencedora da licitação para instalação do sistema de câmeras do Centro. Além da GM, amesa de operações da Central de Monitoramento contará com agentes de Polícia Militar, NitTrans e Defesa Civil Municipal, esta última que vai monitorar os sensores meteorológicos da cidade.
O prefeito afirmou que Niterói será uma das cidades mais vigiadas do Brasil  e destacou a integração com os governos federal e estadual na área de segurança pública.
"Se não fosse essa união de esforços da Prefeitura com os governos federal e estadual, não conseguiríamos fazer o que estamos fazendo. Hoje é um dia histórico. O CISP é uma ferramenta estratégica para as forças policiais atuarem. Com ele, vamos atuar na prevenção e na elucidação dos crimes. Apesar de o CISP ter sido estruturado para atuar na segurança pública, ele também vai contribuir muito para o trânsito e a conservação", disse.
 O chefe do Executivo municipal reiterou os investimentos que a Prefeitura de Niterói tem feito na área de segurança pública.
"Entendemos que, apesar da segurança pública ser atribuição dos governos estaduais, os municípios têm que colaborar e cobrar. Em nosso governo, fizemos um esforço muito grande. Já investimos mais de R$ 40 milhões na área de segurança, com seis companhias destacadas, que representaram um avanço de 70% no efetivo policial na cidade, reabrimos cabines da Polícia Militar, construímos a sede da Delegacia de Homicídios, com uma estrutura similar ao da capital e que tem esclarecidos os crimes mais emblemáticos na cidade e prendendo os criminosos", afirmou.
O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, afirmou que Niterói deu um passo à frente na questão da segurança pública.
"Niterói larga na frente na região metropolitana do Rio com essa ferramenta importantíssima. Tenho pedido sistematicamente a todos os municípios que só vamos avançar assim. Integração na segurança pública é vital. O prefeito vem nos ajudando desde o início do seu governo. Sempre esteve solidário, nunca deixou de cobrar. Niterói foi uma das cidades que mais ganharam policiais", salientou.
A secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, também defendeu as ações integradas dos três níveis de governo.
"A segurança é o centro de todas as políticas públicas e a integração nesta área é muito importante. O CISP materializa isso, traz o benefício ao policial de usar cada vez menos a força e mais ações de inteligência. Acredito nesta política", resumiu.
O secretário municipal de Ordem Pública de Niterói, Marcus Jardim, afirmou que o CISP será um diferencial na busca pela redução dos indicadores criminais.
"O CISP será uma ferramenta importante que a cidade sabe que poderá contar. Com software inteligente, dispositivo de câmeras e tecnologia de ponta espalhada pela cidade, ele vai nos propiciar oportunidades de localizar em tempo real onde estão as forças de salvamento e de segurança, possibilitando socorro e atenção muito mais rápidos", disse.
O comandante-geral da PM, coronel Alberto Pinheiro Neto, falou que o CISP facilitará a integração das forças de segurança.
"Esse Centro Integrado de Segurança é uma ferramenta de trabalho fantástica. Vai colaborar com a integração de todas as forças policiais. A segurança pública é um sistema onde todos nós coabitamos. E a prova cabal está aí, com a Prefeitura colaborando", analisou.
Durante a inauguração do CISP, a secretária Regina Miki, afirmou que, a pedido do prefeito Rodrigo Neves, fará um estudo sobre a possibilidade da presença de tropas da Força Nacional de Segurança Pública em Niterói durante as Olimpíadas de 2016, na cidade do Rio de Janeiro.

Por Prefeitura de Niterói